De Estância Em Estância

Zequinha Silva

Compositor: José Marcos Melo Da Silva Zequinha Silva

De estância em estância
Assim fui criado
Montado a cavalo
Lidando com gado
Enfrento o perigo

Não sou assustado
Viver de gaudério
De fé e qualidade
Pra dona saudade
Meu peito é fechado

Sou pampa largado
Rio Grande querido
Tenho amor no pago
Onde eu fui nascido
Amo as madrugadas

Que o boi dá um mugido
E assim na fazenda
Quando o galo canta
O peão levanta
Sempre prevenido

Chimarrão é vício
Que nunca dispenso
Sou xucro de fato
Eu digo e não penso
Eu uso bombacha

Bota, espora e lenço
A alma dos pampas
É o ar das coxilhas
E o Sol que brilha
No Rio Grande imenso

Não tenho morada
O meu parador
É quando na estrada
Encontro uma flor
Eu gosto da lida

De enfrentar o rigor
E só, talvez mude
Se um dia encontrar
Quem me acertar
Um pealo de amor

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital