Campeando Changa

Zequinha Silva

Compositor: José Marcos Melo Da Silva Zequinha Silva

Oh patrão me dá licença
Permita desencilhar
Tô com três dias de viagem
E preciso descansar

Meu cavalo tá pisado
Não tenho outro pra enfrenar
A minha viagem é longa
E eu tenho que continuar.

Lá na estância Santa Lúcia
Precisam de peão campeiro
Diz que vai ter marcação
E castração de torneiro

Tô pensando em me casar
Não quero morrer solteiro
Mas nessa pua que eu ando
Pego até de peão caseiro.

Eu vivo campeando changa
No meu ofício tá escasso
Faz um ano e quinze dias
Que eu não pego mais meu laço

Mas nem por isso parceiro
Falta confiança no braço
Na estância, sendo preciso
Qualquer um serviço eu faço.

Sou vaqueano numa doma
Amanso boi pra'o arado
Quebro milho na lavoura
Sou mestre num alambrado

Tiro leite na mangueira
Corto lenha de machado
Tranço corda pra'os aperos
Nas horas que estou folgado

Eu sou do sistema antigo
Serviço não me intimida
No meu ofício de peão
Sou conhecedor da lida

Indo de estância em estância
Assim, vou levando a vida
Quando deixar este mundo
Minha missão foi cumprida.

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital